Publicado por: absesimbra | 26 de Abril de 2015

Primeira pregação no âmbito do estudo acerca do Sofrimento na vida de Jesus

Pregação 26.04.2015

Estudo acerca do sofrimento na vida de Jesus Cristo

Vida fácil é o que todo o ser humano deseja. Uma vida sem sofrimento. Ninguém deseja o sofrimento. Queremos resultados sem crescer. Sem lutar, sem dificuldades. Até na vida cristã queremos uma caminhada sem tentação e sem circunstâncias más… sem passar pelo vale da sombra da morte – Salmo 23:4.

Ora existem vários tipos de sofrimento:

  • Morte
  • Relacionamentos perdão
  • Finanças /desemprego
  • Fome
  • Doença
  • Etc…

Existem teorias que se denominam cristãs e que sugerem que o homem quando se torna seguidor de Jesus Cristo já não experimenta sofrimento. Que o sofrimento é algo que vem porque estamos afastados de Deus. Mas será isso uma verdade bíblica? Será essa a vontade de Deus?

Convém explicar que existem dois tipos de sofrimento, apesar de estes surgirem ambos do pecado:

  • O proveniente do nosso pecado, que é a consequência do nosso erro;
  • E o proveniente dos pecados de outros, ou seja o facto de estarmos a viver num mundo onde reina o pecado, e por isso ao nos relacionarmos uns com os outros quer sejam crentes ou não, acabamos por ser influenciados pelas decisões e atitudes dos outros. Por exemplo as crianças em África passam fome porque existem alguns homens a ganhar dinheiro por causa da guerra, as crianças não têm culpa, mas por causa das decisões desses outros homens acabam por sofrer consequências das suas ações;

No contexto do casamento da Tânia e do António li a passagem de Jeremias 17:7-8, para motivar os presentes a confiarem em Deus. LER. Se analisarmos este texto verificamos que quem confia em Deus não fica livre do calor ou do ano da sequidão. Mas a diferença é que atravessando o sofrimento este homem que confia em Deus ele não se perturba, sofre, mas não se deixa vencer pelo sofrimento e aprende a fortalecer-se com essas más circunstâncias. Então esta ideia de que se confiares em Deus já não sofres mais é totalmente errada e não tem enquadramento bíblico. Não estou também a dizer que devemos nos resignar ao sofrimento, mas que o mesmo faz parte da vida e tem propósitos para a nossa caminhada aqui na terra.

O melhor é estudarmos aquilo que a própria Bíblia nos diz. Poderíamos fazer um levantamento de experiências de personagens bíblicos onde passaram por sofrimento, mesmo dentro da vontade de Deus. Mas vamos ver aquilo que se passou com o nosso salvador Jesus Cristo. No decorrer do mês de Maio com algumas pausas vamos fazer um estudo acerca do sofrimento na vida de Jesus.

Será que Jesus sofreu? Aquele que tinha todas as possibilidades para não sofrer, porque é que sofreu? Será Cristo não estava em comunhão com Deus? Se começarmos a refletir Jesus tinha todas as condições para ter uma passagem descansada na terra. Uma vida fácil. Porque é que o próprio Jesus não evitou os momentos de sofrimento na sua vida? Poderia ter optado por um caminho de facilitismo? Mas ao invés disso decidiu manter-se no foco do seu propósito da terra.

Jesus queria mostrar que o plano da Salvação do Homem não era nem foi uma tarefa fácil e que custou muito, mas mesmo muito para o nosso Salvador pagar o preço do nosso pecado.

Analisando alguns episódios bíblicos da vida de Jesus vamos perceber que o sofrimento era algo presente na vida do filho de Deus.

Desde a sua tenra infância no episódio bíblico de Mateus 2:13-14.

Jesus sofreu perseguição, e teve de emigrar para um país estrangeiro. Quantos estrangeiros têm de emigrar por causa da perseguição nos seus países. (Exemplo do norte de África para Itália); e a perseguição aos cristãos no mundo.

Se comparamos o nosso sofrimento com o de estas pessoas provavelmente não temos razões para nos queixarmos, mas muitas vezes estamos numa atitude de queixume.

Analisando outro episódio Bíblico de Mateus:

Mateus 4:1-11 – Tentação de Jesus

Verso 16 e 17 do capítulo 3, Jesus é ungido pelo Espírito Santo… está pronto para o seu ministério na terra… qual a primeira coisa que acontece?

Coisas boas? Vida boa? Sem preocupações nem más circunstâncias? Então onde está as promessas de que quando aceitamos Jesus tudo corre bem?

Ler Mateus 4:1 – “A seguir…” a seguir ao quê? Foi levado por quem para ser tentado?

Esteve 40 dias e noites sem comer. Sofreu!

O sofrimento por vezes aparece na nossa vida, para Deus verificar qual é o nosso foco. Onde a nossa vida está concentrada?

É no meio do sofrimento que mais surgem tentações! Tentações de seguir o caminho do mais fácil do evitar sofrer, mesmo que isso seja contra Deus.

Neste episódio da vida de Jesus, Ele tem várias oportunidades de sair daquela situação de sofrimento, mas não cede à tentação. Não vai pelo caminho fácil e se desfocar do propósito que tinha na sua passagem pela terra.

Jesus tinha todas as possibilidades de nestas 3 fases da tentação seguir o caminho proposto por Satanás, onde acabava com a sua fome, usava o poder de Deus para o seu próprio benefício e passava a dominar o mundo. Mas tinha a condição de negar o seu propósito de vida, negar Deus e servir Satanás.

Faço a pergunta: Quantos de nós por vezes cedemos no meio do sofrimento achando que Deus nos abandonou, e diante de uma tentação de Satanás acabamos por fazer a sua vontade negando Deus?

Cuidado com as tentações no meio do sofrimento, que parecem nos levar por caminhos fáceis, mas que no fim levam à desgraça. No fim levam a um afastamento de Deus.

Voltando ao texto de Jeremias 17:7-8, (LER), a forma como nós temos de ultrapassar o sofrimento é? CONFIAR EM DEUS.

Não é nos culparmos por estarmos a passar por uma situação de sofrimento, mas entender que estas situações surgem e que são normais, mas ultrapassa-la com a confiança de que vejam em João 16:33… Jesus venceu o mundo. Nada neste mundo, nenhuma aflição, nenhum sofrimento nos deve retirar a confiança de que Deus nos ama e está a cuidar de nós.

Quando estiver em sofrimento ore ao Senhor para que Deus lhe dê força a manter-se no caminho de Deus confiando Nele.

Ao longo deste mês de Maio, isto porque já estamos a terminar o mês de Abril, iremos como já tive a oportunidade de dizer, estudar alguns episódios da vida de Jesus onde este sofreu porque quis manter o foco no propósito que a sua vida na terra tinha.

Vamos analisar os caminhos do facilitismo vs o manter-se no foco para aquilo que fomos chamados. Para os compromissos que aceitamos perante Deus.

Vamos orar.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: