Publicado por: absesimbra | 22 de Junho de 2015

Pregação estudo de Tiago 2:1-13

Mais uma vez lembrar que esta carta é muito prática.

Era necessário orientar todos estes seguidores de Cristo que estavam dispersos não só geograficamente, mas também porque Jesus tinha partido.

Era necessário orientar-lhes para saber o que iria fazer diferença na sua prática do dia-a-dia nesta nova ideologia (Religião) que agora estava a surgir, o Cristianismo.

Daí a importância de serem orientações bastante práticas, para que os outros vissem o impacto que Aquele Homem Jesus Cristo tinha tido e estava a ter na vida dos seus seguidores.

No que toca à nossa vida temos aqui de fazer um paralelo, e ver até que ponto a nossa vida cristã é prática. Ou seja é na prática, na nossa vivência diária que demonstramos que somos seguidores de Jesus Cristo. Não é algo apenas vivido na teoria, em que nossa boa diz que sim, mas o nosso coração está afastado daquilo que dizemos. Temos uma vida dupla? A vida ao domingo e a restante semana?

Tiago demonstrou essa preocupação, que a vida dos judeus seguidores de Cristo não fosse como a dos fariseus, que eram muito religiosos à frente dos outros e na sua vida pública, mas na sua intimidade e intimidade com Deus eram como sepulcros caídos, cheios de podridão e imundícia.

A religião seguidora de Cristo teria de ser essencialmente algo que fizesse a diferença pela positiva, pelo amor (recordam-se dos dois maiores mandamentos: Amar a Deus de todo o nosso coração, de toda a nossa alma, de todas as nossas forças e de todo o nosso entendimento e amar o próximo como a nós mesmos.) Esse amor deveria ser dirigido a Deus em primeiro lugar e a todos sem exceção.

Aliás é essa ideia que iremos abordar hoje no seguimento do estudo deste livro, avançando para o capítulo 2 Tiago fala deste tema: não fazer aceção de pessoas, o amor de Cristo é para todos sem exceção.

LER Tiago 2:1-3

Verso 1 a 3 – Tiago aqui dá-nos a orientação prática de como devemos proceder.

Nesta matéria se olharmos para ao nosso exemplo maior, ou seja o maior exemplo de vivência prática verificamos a forma como Jesus agiu.

Mateus 8:1-3 – Leproso – Explicar o impacto da lepra naquele tempo onde não havia os avanços médicos que existem hoje. Uma doença que causava acepção de pessoas.

Se analisarmos o texto da lei referente a esta doença em Levítico 13:2-4 e seguintes…

Um comentário do Novo testamento falando da doença Lepra diz o seguinte:

“Nenhuma outra enfermidade converte o ser humano a uma ruína tão total e horrível como a lepra… pouco a pouco… as mãos adquirem o aspeto de garras. Depois vão-se perdendo, as mãos e os pés completamente… é importante esclarecer que hoje, tudo isto desapareceu graças à medicina moderna. Porém nos tempos de Jesus não havia nenhum remédio para a lepra.”

“Mesmo num lugar aberto era ilegal saudar o leproso, e ninguém podia aproximar-se a menos de dois metros de distância, ou cinquenta metros se o vento soprava do lado onde estava o leproso… Alguns judeus se orgulhavam de mandar pedras aos leprosos para estes não se aproximarem. Outros escondiam-se ou fugiam cada vez que viam um leproso, mesmo a uma distância segura.”

Barclay, comentário a Mateus vol. 1 (Pág 310 a 312)

O nosso Senhor Jesus Cristo tem sempre esta mesma compaixão para com os que são repelidos ou repudiados pela sociedade humana! Porém agora a sua maneira de chegar a estas pessoas para abençoa-los é através de nós a igreja, os seus seguidores.

Mas como está a nossa ação para com os rejeitados da sociedade.

Rejeitados quer seja por uma situação económica má (Pobreza); sem abrigo; com alguma doença contagiosa como a SIDA; raça; etc… tantos estereótipos que a nossa sociedade nos coloca e que acabamos de por nos relacionar com as pessoas fazendo escolhas baseadas nesses parâmetros e não pensando que está ali um individuo que Deus ama, que Cristo morreu por ele na cruz e que nós devemos também amá-lo como a nós mesmos.

Continuando a analisar o capítulo 2 de Tiago avançamos para os versos 4 a 13.

A luta contra a acepção de pessoas como contra qualquer outro pecado começa no pensamento. Se conseguirmos dominar os nossos pensamentos as nossas ações serão dominadas.

Ler Verso 5 – Ler I Coríntios 1:25-29

Não sabemos aquilo que Deus pode fazer ou na vida de um rejeitado pela sociedade. Por vezes parece que não temos nada a ganhar num relacionamento com essas pessoas, mas aquilo que a Palavra de Deus nos diz e o exemplo que Jesus nos deixou é que não devemos nos relacionar com alguém por interesse, mas sim pela pessoa em si, independentemente daquilo que é a sua condição. O nosso relacionamento com essa pessoa pode tanto ter impacto na vida dela como poderá vir a ter impacto na nossa própria vida. Não sabemos o que Deus pode fazer.

Nos versos 6 e 7 – Tiago relembra-nos as ações dos ricos e dos pobres.

Nós sabemos pelo senso comum e não generalizando porque cada caso é um caso, nós sabemos que por vezes são os próprios “ricos” que trazem problemas aos pobres por causa da ganância e do amor ao dinheiro que têm.

No verso 8 Tiago reforça mais uma vez a ideia chave de todo o ensino de Cristo:

Quando ele afirma o verso 8 – Lei Régia. Jesus como nosso REI e SENHOR.

Versos 9 a 11 – Se todavia falharmos num ponto… falhamos!

A vida de obediência a Deus tem de ser a 100%. Não pode haver meias partes, meias vidas entregues a Deus. Jesus tem de ser o Senhor de toda a nossa vida, de todas as áreas da nossa vida.

Versos 11 e 12 – Falar e agir com misericórdia para com todos. Assim como fomos alvo da misericórdia de Deus devemos agir com misericórdia para com os outros.

CONCLUSÃO

Volta a um texto que no meu entender é chave nesta carta toda de Tiago. Um texto que abordámos a semana passada – LER Tiago 1:22

(Pregação/esboço culto 21.06.2015) Pastor Tiago Afonso


Responses

  1. Esclarecedora, parabéns que Deus continue abençoando o irmão.

    • Muito obrigado. O Senhor a abençoe!

  2. Estudo resumido mas profundo


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: