Publicado por: absesimbra | 3 de Maio de 2016

Pregação AB Sesimbra 01.05.2016 Ser igreja – “Uns aos outros” II

“Um cristão é alguém que antes e acima de tudo, foi perdoado de seu pecado e reconciliado com Deus, o Pai, por meio de Jesus Cristo. A igreja é um grupo de cristãos. Ser reconciliado com Deus por meio de Cristo significa ser reconciliado com todos aqueles que também estão reconciliados com Deus por meio de Jesus.”

Continuamos juntos a percorrer este percurso de tornarmos a nossa igreja uma expressão do amor de Deus, um local onde o Espírito Santo age através dos filhos de Deus, onde as pessoas se sentem aceites, se sentem suportadas, se sentem amadas.

A fim de tornarmos a nossa comunidade uma igreja que vive a cultura do evangelho, que não é uma cultura de julgamento, não é uma cultura de maledicência (ou seja falar mal pelas costas), não é uma cultura de intolerância, não é uma cultura de espírito crítico, mas sim uma cultura de reconciliação, uma cultura de aceitação, uma cultura de misericórdia e graça, uma cultura de perdão, uma cultura de amor. Uma cultura em que no amor uns aos outros torna o evangelho vivo.

A semana passada vimos algumas expressões dos uns aos outros, tais como:

 

  • Acolhei-vos uns aos outros
  • Saudai-vos uns aos outros
  • Tende igual cuidado uns pelos outros
  • Sujeitai-vos uns aos outros
  • Suportai-vos uns aos outros
  • Confessai os vossos pecados uns aos outros
  • Perdoai-vos uns aos outros

Vimos também que devemos sempre pôr em prática estas ações baseadas no amor uns aos outros e na verdade.

É aquilo que nos diz os textos bíblicos de João 13:34 e de Efésios 4:25.

Avançamos agora para expressões “Uns aos outros” que dizem respeito a coisas que devemos evitar nos nossos relacionamentos. Aquilo que se evitarmos pode fazer com que os nossos relacionamentos melhorem e sejam mais de acordo com aquilo que Deus idealizou para nós.

Romanos 14:13 – Não vos julgueis uns aos outros

Quando julgamos o foco fica sempre sobre os erros dos outros, e deixam de estar sobre nós. Ou seja isso convém-nos porque quando os holofotes estão sobre os outros os nossos erros que existem ficam ou passam despercebidos.

Podemos pensar assim: “Quem sou eu para julgar?” Que autoridade tenho eu? Vamos ler um episódio que se passou com Jesus em João 8:1-11

O próprio Jesus não julgou aquela pobre mulher, que tinha cometido um pecado grave e visível. Isso quer dizer que Jesus aprovava o seu comportamento? Claro que não, mas quer dizer que Jesus amando-a não a julgou. Julgar é tirar conclusões precipitadas acerca de um acontecimento. O julgamento pertence ao Senhor. Se efetivamente algum irmão pecou contra nós o que devemos fazer é buscar a sua +presença para tratar as coisas de acordo com o modelo bíblico de Mateus 18:15-17 LER.

O caminho é este. Não é partir logo para o julgamento e com o julgamento vem a sentença. Mas sim em misericórdia e amor procurar a reconciliação.

Estão aqui apresentadas muitas regras que podem em muito melhorar os nossos relacionamentos.

Tiago 4:11-12 – Não faleis mal uns dos outros

Maledicência. Mina, prejudica, destrói e mata todos os relacionamentos. Falar mal dos outros pelas costas é não ter a coragem de enfrentar em verdade e em amor as diferenças de opiniões dos outros.

E irmãos aqui temos de contar com a ajuda uns dos outros. Se alguém vem junto de nós e nós percebemos que a conversa vai descambar em falar mal de alguém, a nossa atitude deve ser em amor pedir para que a conversa não continue. Ou se a pessoa nos vem contar um problema grave podemos ouvir numa de confidência, mas com o compromisso de que vamos fazer tudo para facilitar a resolução daquele comentário ou problema partilhado connosco. O problema é que pro vezes nem nos esforçamos em ajudar o outro a resolver o problema, como também espalhamos ainda mais esse problema. E por vezes até acrescentando pormenores que aumentam a história.

Temos de parar com isso irmãos. Que exista sempre transparência entre nós.

A virtude da vida cristã não é não errar… todos nós vamos errar e já percebemos isso não é? A virtude está em quando erramos sabemos admitir o nosso erro e pedimos perdão.

Qual a razão por que David um homem que adulterou, matou, fez uma série de ações que em nada dignificavam o nome de Deus foi considerado “Um homem segundo o coração de Deus”?

LER Actos 13:22 Foi considerado um homem segundo o coração de Deus porque apesar do pecado cometido David sempre soube se arrepender e pedir perdão a Deus. Sempre soube reconhecer quem Deus é e da sua necessidade do perdão de Deus.

 

Tiago 5:9 – Não vos queixeis uns dos outros

Queixinhas! Qual é a regra entre as crianças para com os educadores? Não quero queixinhas! E irmãos isso não acontece só entre as crianças… mesmo entre nós falando mal uns dos outros fazemos queixinhas uns dos outros àqueles que nos são mais próximos.

Isso faz com que exista um muito mau clima entre aqueles em que deveria existir paz, verdade e amor.

 

Gálatas 5:14-15 – Não vos mordais e devorais uns aos outros

Morder ou devorar tem o sentido de espicaçar, de levar à ira, de tentar para o mal…

 

Gálatas 5:25-26 – Não vos provoqueis uns aos outros

Levar os irmãos á ira… provocar neles sentimentos de revolta… A mentira, a maledicência, entre outras coisas levam os nossos irmãos à ira.

Provocam… todos nós sabemos o que é provocar…

 

Gálatas 5:25-26 – Não tenhais inveja uns dos outros

Inveja = desejo excessivo de possuir algo que pertence ao outro, ao ponto de desejar mal ao mesmo.

Por vezes ao invés de nos alegrarmos com aquilo que acontece com os nossos irmãos, temos é inveja.

Colossenses 3:9-10 – Não mintais uns aos outros

Ora esta é básica, já aqui fali e a semana passada igualmente falei, falar a verdade uns com os outros. A mentira é um dos pilares dos maus relacionamentos… Basta ver quem é o pai da mentira (LER João 8:44)

 

CONCLUSÃO

Ora irmãos se fazemos todas estas coisas que diferença temos daqueles que não têm Deus nas suas vidas? Que diferença temos?

Relembro a forma como a igreja primitiva vivia Actos 2:42-47

Que possamos ser uma igreja que ama! Porque vai ser assim que o Senhor vai acrescentar à sua igreja aqueles que vão ser salvos.

 


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: