Publicado por: absesimbra | 13 de Maio de 2016

Pregação AB Sesimbra 07.05.2016 Ser igreja – “Uns aos outros” III

“Um cristão é alguém que antes e acima de tudo, foi perdoado de seu pecado e reconciliado com Deus, o Pai, por meio de Jesus Cristo. A igreja é um grupo de cristãos. Ser reconciliado com Deus por meio de Cristo significa ser reconciliado com todos aqueles que também estão reconciliados com Deus por meio de Jesus.”

Continuamos juntos a percorrer este percurso de tornarmos a nossa igreja uma expressão do amor de Deus, um local onde o Espírito Santo age através dos filhos de Deus, onde as pessoas se sentem aceites, se sentem suportadas, se sentem amadas.

A fim de tornarmos a nossa comunidade uma igreja que vive a cultura do evangelho, que não é uma cultura de julgamento, não é uma cultura de maledicência (ou seja falar mal pelas costas), não é uma cultura de intolerância, não é uma cultura de espírito crítico, mas sim uma cultura de reconciliação, uma cultura de aceitação, uma cultura de misericórdia e graça, uma cultura de perdão, uma cultura de amor. Uma cultura em que no amor uns aos outros torna o evangelho vivo.

A semana passada e á duas semanas vimos algumas expressões dos uns aos outros, tais como:

  • Acolhei-vos uns aos outros
  • Saudai-vos uns aos outros
  • Tende igual cuidado uns pelos outros
  • Sujeitai-vos uns aos outros
  • Suportai-vos uns aos outros
  • Confessai os vossos pecados uns aos outros
  • Perdoai-vos uns aos outros
  • Não vos julgueis uns aos outros
  • Não faleis mal uns dos outros
  • Não vos queixeis uns dos outros
  • Não vos mordais e devorais uns aos outros
  • Não vos provoqueis uns aos outros
  • Não tenhais inveja uns dos outros
  • Não mintais uns aos outros

Vimos também que devemos sempre pôr em prática estas ações baseadas no amor uns aos outros e na verdade.

É aquilo que nos diz os textos bíblicos de João 13:34 e de Efésios 4:25.

Para concluirmos o nosso estudo existem pelo menos mais 10 uns aos outros que vamos estudar. 5 Neste culto e os últimos 5 no culto daqui a 15 dias pois para semana é a celebração centralizada do Pentecostes.

Os 5 que iremos estudar neste culto estão diretamente ligados com o uso da nossa língua e antes de avançarmos para o estudo de cada um vamos ler duas passagens que falam do uso da nossa língua. O texto de Efésios 4:25-32 e o texto de Tiago 3:1-18 (LER).

  • Edificai-vos uns aos outros – I Tessalonicenses 5:11; Romanos 14:19

Edificar significa construir. Por sua vez construir é o oposto de destruir. E aqui apesar de falarmos de relacionamentos, a ilustração de construir ou destruir algo material é muito útil. Os relacionamentos têm de igualmente ser preservados, têm de ser mantidos. Manutenção de relacionamentos para não acabarem por ser destruídos.

A forma como nós podemos edificar é investindo tempo uns nos outros e usar bem a nossa língua. Podemos edificar ou destruir o nosso irmão.

  • Instruí-vos uns aos outros – Colossenses 3:16

Instruir significa ensinar, educar, formar, treinar, ou seja significa que eu me dou ao trabalho de me preocupar com o meu irmão ao ponto de o ensinar em amor e em verdade.

Primeiramente para estarmos na posição de instrutores, de ensinadores ou professores, temos de saber a matéria. É verdade que temos sempre algo a aprender, mas o que é que eu faço com aquilo que já sei? Invisto noutros para que outros possam saber também? Ou será que nem ao trabalho me dou para passar a outro o que sei?

E isto requer muita humildade da parte dos irmãos, porque temos de aprender uns com os outros… sempre temos algo a aprender com alguém.

  • Exortai-vos uns aos outros – Hebreus 3:12-13

Exortar significa encorajar, animar os irmãos. Qual a nossa ação quando sabemos que um irmão nosso está desanimado por alguma circunstância da vida? Será que o exortamos com a palavra de Deus? Dirigimos palavras de ânimo e de força para que o nosso irmão ganhe ânimo e volte a estar focado no que é importante. Ou o desanimamos ainda mais?

Cá está novamente o uso da língua.

  • Admoestai-vos uns aos outros – Colossenses 3:16

Admoestar significa advertir, avisar, aconselhar, e até mesmo repreender. Irmãs sejamos sinceros quando fazemos isto ou o fazemos porque queremos sobressair e aí é com má motivação, ou então fazemos porque nos damos ao trabalho de nos preocupar com o crescimento da pessoa que está a ser o alvo da admoestação e se o fazemos é porque a amamos. Ora vejamos o que diz em Hebreus 12:4-12, especialmente o verso 5 e 6.

Mas isto tem de ser feito sem nenhuma dúvida do nosso amor para com a pessoa que estamos a reprender e tem de ser feito num ambiente favorável à demonstração desse amor, sem segundas intenções e sem confusões.

  • Falai-vos uns aos outros com salmos, hinos e cânticos espirituais – Efésios 5:18-20; Colossenses 3:16

Aqui podemos ver o impacto que tem novamente a nossa língua. E quando louvamos a Deus o nosso foco está em Deus. Que a nossa boca fale de coisas boas. E louvar a Deus é uma coisa boa.

CONCLUSÃO

Ora irmãos se fazemos todas estas coisas que diferença temos daqueles que não têm Deus nas suas vidas? Que diferença temos?

Relembro a forma como a igreja primitiva vivia Actos 2:42-47

Que possamos ser uma igreja que ama! Porque vai ser assim que o Senhor vai acrescentar à sua igreja aqueles que vão ser salvos.

 


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: