Publicado por: absesimbra | 2 de Julho de 2017

Culto sobre perdão 25 Junho 2017

Convite final Cultos perdão

Hoje vamos falar acerca do Perdão – orientação para pessoas que passaram por grandes perdas;

Relembrar as 3 afirmações do programa passado.

  • Perdoar é uma escolha, uma decisão e não um sentimento;
  • Perdoar não é esquecer;
  • Perdoar é desistir de querer vingança;

Definição de Ressentimento – ato ou efeito de ressentir-se. Mágoa que se guarda de uma ofensa ou de um mal que se recebeu; rancor.

Os ressentimentos bloqueiam-nos… ficamos presos… ficamos amarrados àquelas pessoas que nos magoaram.

Na maioria das nossas perdas de amor até aquelas por razões de morte, não existe só um sentimento de mágoa ou tristeza, mas também raiva, que por vezes não conseguimos identificar a origem.

Para prosseguir em frentes precisamos libertar perdão… no fundo de perdoar!

Vamos a mais 3 afirmações sobre perdão

  • Perdoar é tomar a decisão de viver em paz com as consequências das injustiças e dos erros da outra pessoa.

Aguentar e esperar que Deus resolva o assunto. Não aceitar a injustiça, mas viver com isso esperando em Deus. Existe uma diferença entre perdoar e aceitar a injustiça que provém do mal que nos foi causado. Temos de perdoar, mas aceitar injustiças isso não. É preciso trazer a justiça à situação, mas não pelas nossas próprias mãos e sim confiar em Deus.

O exemplo magnífico de perdão de Jesus no momento da cruz. “Pai perdoa-lhes…” Jesus mesmo na maior hora de dificuldade Ele decidiu libertar perdão. Mas com isso Ele não estava aceitar a injustiça, até porque a razão principal que o levou à morte de cruz foi satisfazer a justiça do Pai sabendo que o salário do pecado é a morte.

Perdoar é aceitar viver com as consequências dos erros dos outros ou de nós mesmos. Assim deixamos que Deus trate o nosso assunto. Entregamos tudo a Deus.

  • Perdoar é decidir confiar em Deus e na Sua Palavra.

Se confiamos mesmo nas promessas e sabedoria de Deus vamos ter mais facilidade e perdoar. Entregamos tudo o que nos aflige nesta área do perdão a Deus.

Convém dizer que nós perdoamos não para fazer bem aos outros, mas para nos fazer bem a nós. Para libertar dores sem nome, que trazem sentimentos como Revolta, Raiva, Medos, Desconfianças, Ansiedades, Mágoas, e Pesar…

  • Perdoar é decidirmos ser sábios para no futuro não nos expormos voluntariamente ao abusador.

O facto de decidirmos perdoar as pessoas que têm agido mal para connosco não significa que temos de continuar a aguentar os abusos dessas pessoas. O perdão é muito importante, mas não significa que temos de continuar a sofrer com isso. Devemos prestar queixa às autoridades se for esse o caso. Devemos sempre procurar ajuda para enfrentar essas situações.

Relembremos agora os 6 pontos apresentados até agora nestas palestras sobre Perdão:

  1. Perdoar é uma escolha, uma decisão e não um sentimento;
  2. Perdoar não é esquecer;
  3. Perdoar é desistir de querer vingança;
  4. Perdoar é tomar a decisão de viver em paz com as consequências das injustiças e dos erros da outra pessoa;
  5. Perdoar é decidir confiar em Deus e na Sua Palavra;
  6. Perdoar é decidirmos ser sábios para no futuro não nos expormos voluntariamente ao abusador;

Perdão é um caminho complicado, não há dúvida disso. Mas é o caminho certo para curarmos as feridas que existem no nosso interior a fim de restabelecermos os nossos relacionamentos uns com os outros.

 

 


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: