Publicado por: absesimbra | 9 de Agosto de 2018

Pregação sobre oração parte 2

Vamos continuar a falar sobre oração. Há duas semanas falámos do pedido que os discípulos fazem a Jesus descrito em Lucas 11:1-4 a famosa frase “Senhor ensina-nos a orar…” Esta declaração que deveríamos constantemente fazer.

Abordámos a oração do “Pai nosso”, afirmando que não se trata de uma oração para ser repetida, mas sim para se retirar princípios dela e assim tornar mais ricas as nossas orações. Nesse sentido, as nossas orações devem ser sinceras, espontâneas e constantes. Nunca devem ser hipócritas, repetitivas e apenas só quando estamos a precisar de alguma coisa de Deus.

Hoje vamos ver os tipos de oração que existem e o exemplo do nosso Senhor Jesus Cristo e a sua vida de oração.

Existem 4 tipos de oração:

Adoração e louvor – Trata-se de quando elogiamos Deus pelo que Ele é. Quando da nossa boca e coração somente saem palavras de elogio a Deus. Estamos a orar somente porque queremos exaltar o nome de Deus. Pode confundir-se com o tipo de oração que vamos ver de seguida que é as acções de graça, mas aqui não se trata de adorar aquilo que Deus faz ou fez, mas sim a sua própria natureza, que mesmo se Deus não fizer determinada coisa Ele continua a ter a Sua identidade – Salmo 24 (LER)

Ações de graça / agradecimento – Trata-se de na oração agradecermos a Deus aquilo que Ele faz por nós nos nosso dia-a-dia. A nossa relação com Deus não pode depender daquilo que Ele nos dá ou tira, por isso temos de mostrar gratidão a Deus por tudo o que o Senhor nos permite ter – Salmo 91 (LER)

Confissão – Trata-se quando convencidos pelo Espírito Santo entendemos que falhámos no concretizar a vontade de Deus, falhámos o alvo de Deus, a isso se chama pecado. O caminho que a Bíblia apresenta para restauro do nosso relacionamento com Deus é o arrependimento e a confissão a Deus dessa má ação. A confissão permite-nos nomear as áreas em que temos mais dificuldade na nossa vida cristã e com isso pedir ajuda a Deus e quem sabe confessando as nossas culpas uns aos outros pedir ajuda a algum irmão de confiança para nos ajudar a crescer – Salmo 32 e Salmo 51 (LER);

Petição – Trata-se quando apresentamos algum pedido a Deus. Pedidos esses que têm de ser dentro da vontade de Deus, ou seja, não podemos pedir algo que seja pecado ou que facilite o caminho do pecado. Devemos sim pedir algo que facilite a implementação do reino de Deus na terra e que honre e glorifique o nosso Deus –  Salmo 86 (LER)

Posto isto, convém mostrar o exemplo de Jesus na sua vida de oração.

O importante a frisar nesta parte é que Jesus tinha uma vida de oração constante. São relatadas muitas vezes na Bíblia episódios em que Jesus se retirava para orar.

Jesus ao se retirar para orar Ele estava numa forma prática a mostrar o quão importante a oração é. A forma que nós temos de mostrar que algo é importante é fazendo e Jesus orou.

Em muitas situações é relatado que Jesus se retirava para orar, mas queria ver somente 3 situações em que Jesus buscou o Pai em oração:

Numa decisão difícil – Lucas 6:12-16 – Na escolha dos seus 12 discípulos. Aqueles que iram perpetuar o seu legado. Aplicar ao nosso dia-a-dia.

Numa circunstância difícil – Lucas 22:39-46 – Jesus orou nesta particular dificuldade.

Jesus agradece ao Pai – Mateus 11:25-30 – Nós devemos seguir o Seu exemplo.

Conclusão

Que as nossas orações possam ser sinceras, espontâneas e constantes, assim como eram as de Jesus, que possamos orar assim como Jesus orava.

Sabe qual é a forma de dar a importância devida á oração? ORANDO…

 


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: