Publicado por: absesimbra | 28 de Dezembro de 2014

Desejos para 2015

Normalmente no fim de cada ano ou se quiserem no princípio de cada um, existe o hábito na nossa sociedade de pedir desejos para o ano novo!

Eu vou pedir então a ajuda de alguém para me ajudar a distribuir estes papelinhos e gostava que nesse pedaço de papel pudessem escrever 3 desejos, 3 coisas que gostariam que acontecesse no próximo ano de 2015.

Esperar 5 minutos! E perguntar se terminaram… insistir para que todos façam!

Este tema chamou-me atenção quando numa experiência há dias tive uma pequena avaria no carro e tive de percorrer mais de 5 km´s a pé até casa. E nesse percurso orava e pensava acerca de muitos assuntos, até que na minha mente surge a ideia

“Quem me dera agora encontrar um envelope com dinheiro…”

Mas depois logo em diálogo comigo próprio surgiu o pensamento:

O que preferias Tiago… como se o Espírito Santo me perguntasse diretamente colocando em cheque as minhas motivações de vida…

O que preferias Tiago: “Encontrar dinheiro ou uma pessoa pronta para ouvir o Evangelho?”

Logo de imediato me invadiu um sentimento de vergonha porque o meu primeiro sentimento foi: “Que falta me faria o dinheiro!” Mas depois perguntei-me se qualquer dinheiro pagaria a salvação de algum ser humano?

E o que gostava de chamar atenção hoje de manhã era isto. Olhe para o papel que escreveu no início da pregação!

Faça uma avaliação dos seus desejos para o ano novo? Ou seja é algo que pede a Deus para o seu proveito, ou é algo que pede a Deus para o proveito do próprio Deus?

Aquilo que peço, que desejo honra a Deus? Glorifica a Deus? Ou é para o meu próprio proveito no curto tempo que ainda me resta para viver nesta terra?

Existe algo na terra, na minha existência que me dá mais satisfação do que fazer a vontade de Deus?

A pergunta que se impõe é “Você deseja Deus?” (power point) Ou existe algo na terra que eu desejo mais?

Vamos ver um excerto de uma pregação que fala acerca deste tema!

Pregação Paul Washer…”Você deseja Deus?”

Este excerto desta pregação tem de nos levar a pensar no que é que realmente desejamos nas nossas vidas?

Existem vários relatos bíblicos de situações em que aquilo que homens e mulheres mais desejavam não era o Senhor.

Exemplos:

Adão e Eva –

Génesis 2:16-17 – “E ordenou o Senhor Deus ao homem, dizendo: De toda a árvore do jardim comerás livremente, Mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dela não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás.”
Génesis 3:6 – “E viu a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento; tomou do seu fruto, e comeu, e deu também a seu marido, e ele comeu com ela.”
Jovem Rico –

Lucas 18:20-23

“Sabes os mandamentos: Não adulterarás, não matarás, não furtarás, não dirás falso testemunho, honra a teu pai e a tua mãe. E disse ele: Todas essas coisas tenho observado desde a minha mocidade. E quando Jesus ouviu isto, disse-lhe: Ainda te falta uma coisa; vende tudo quanto tens, reparte-o pelos pobres, e terás um tesouro no céu; vem, e segue-me. Mas, ouvindo ele isto, ficou muito triste, porque era muito rico.”

Mas existem também registos de desejo pelo Senhor!

O Salmista em Salmo 40:8 afirma: (Power point)

“Deleito-me em fazer a tua vontade, ó Deus meu; sim, a tua lei está dentro do meu coração.”

No Salmo 42:1-2 diz:

“Assim como o cervo brama pelas correntes das águas, assim suspira a minha alma por ti, ó Deus! A minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo; quando entrarei e me apresentarei ante a face de Deus?”

No Salmo 63:1 afirma:

“Ó Deus, tu és o meu Deus, de madrugada te buscarei; a minha alma tem sede de ti; a minha carne te deseja muito em uma terra seca e cansada, onde não há água;”

Resta-nos avaliar com que postura, nos identificamos mais?

Desejamos efetivamente mais o Senhor do que qualquer outra coisa no mundo que possamos ter ou vir a ter?
Vejamos o Exemplo de Jesus:

João 6:38 – “Porque eu desci do céu, não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou.”

João 17:4 – Eu glorifiquei-te na terra, tendo consumado a obra que me deste a fazer.
Lucas 22:39-46 – (power point) “E, saindo, foi, como costumava, para o Monte das Oliveiras; e também os seus discípulos o seguiram. E quando chegou àquele lugar, disse-lhes: Orai, para que não entreis em tentação. E apartou-se deles cerca de um tiro de pedra; e, pondo-se de joelhos, orava, dizendo: Pai, se queres, passa de mim este cálice; todavia não se faça a minha vontade, mas a tua. E apareceu-lhe um anjo do céu, que o fortalecia. E, posto em agonia, orava mais intensamente. E o seu suor tornou-se como grandes gotas de sangue, que corriam até ao chão. E, levantando-se da oração, veio para os seus discípulos, e achou-os dormindo de tristeza. E disse-lhes: Por que estais dormindo? Levantai-vos, e orai, para que não entreis em tentação.”

O objetivo de vida de Jesus era glorificar o seu Pai. Mesmo tendo uma tarefa de vida extremamente penosa, Jesus foi até ao fim do seu ministério cumpriu o seu objetivo de Vida porque aquilo que Ele mais desejava era fazer a vontade do Pai.

Não existia mais nada na sua vida tão importante quanto o agradar e desejar Deus Pai.

CONCLUSÃO

Frases para meditar. Nessa mesma folha em que escreveu os desejos para 2015 eu gostaria que copiasse estas outras duas frases, e que nos dias que nos faltam para terminar o ano de 2014 pudesse num dos seus cultos pessoais reformular se é caso disso, essa lista de desejos. Estas duas frases servirão para se relembrar daquilo qu falámos esta manhã.

 “A Essência do pecado está no fato do homem buscar-se a si próprio em tudo, até mesmo em Deus.”

“A felicidade não é o produto principal da vida cristã; é um subproduto de regozijar-se em Deus. Se você recebeu o presente da felicidade enquanto glorifica a Deus, isso é maravilhoso. Mas a felicidade não é o objetivo principal; é secundário.”

Termino com esta orientação de Paulo à igreja de Corinto, que queria que servisse de mote para a nossa vida diária:

 “Assim, quer vocês comam, bebam ou façam qualquer outra coisa, façam tudo para a glória de Deus.” (I Coríntios 10.31)

(Adaptado da pregação de Domingo dia 28.12.2014)

Power point “Assim, quer vocês comam, bebam ou façam qualquer outra coisa, façam tudo para a glória de Deus.” (I Coríntios 10.31)


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: